sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Acessibilidade e transporte público

A acessibilidade no transporte público da cidade foi tema de audiência pública, na Câmara Municipal, na manhã do dia 25 de agosto, presidida pelo vereador Marcelo da Silveira, que há meses vem chamando atenção dos vereadores para os problemas do transporte público na cidade.
O encontro contou com a presença de várias entidades petropolitanas, que defendem as pessoas com alguma necessidade especial e deixaram claro sua insatisfação com o transporte público, assim como a acessibilidade na cidade de forma geral.
Mais uma vez, a ausência de representantes das empresas de ônibus da cidade na audiência, deixa uma dúvida, se eles de fato estão comprometidos com o transporte público ou se, apenas prestam o serviço em função do lucro.
Na minha opinião, as duas situações podem caminhar juntos, mais o que vemos é justamente a falta de comprometimento na discussão de políticas públicas sobre mobilidade urbana. Notícias publicadas na imprensa local, mostra que na maioria das vezes a preocupação é com a gratuidade, ou melhor, buscar argumentos para reduzir a gratuidade, pois alegam que quem paga esta gratuidade são as pessoas que pagam a passagem, o trabalhador.
Outra questão que nos deixa preocupados é se os empresários de ônibus não consideram a Câmara Municipal espaço para estas discussões. O que seria um equívoco muito grande, pois é no Legislativo Municipal onde a discussão sobre políticas públicas ganha força e são definidas, principalmente quando transformadas em lei.

Independente desta situação, a audiência pública, promovida pelo vereador Marcelo da Silveira, deixou claro que há uma insatisfação de todos os segmentos com o transporte público e estão exigindo mudanças, o que obriga o governo a dialogar mais com a sociedade e com a iniciativa privada para que o transporte atenda a todos e a todas. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário